Prefeitura de Ouro Preto faz alerta para o grande número de animais no CCZ

Ouro Preto,
19 de Janeiro de 2014

O setor de Vigilância em Saúde pede a conscientização dos ouro-pretanos na hora de adotar um animal

A Prefeitura de Ouro Preto, por meio da Vigilância em Saúde, comunica a população sobre a superlotação no Centro de Controle de Zoonose (CCZ). A capacidade do canil é de 120 animais e, atualmente, estão alocados 109. Com o número elevado, as apreensões estão sendo feitas em regime reduzido, e consequentemente, mais cães circulam pela cidade.

O CCZ é um espaço dedicado aos animais abandonados apreendidos no Município. Assim que são retirados das ruas, eles são avaliados pelo veterinário local, e após um período de observação de quatro a sete dias, caso eles não apresentarem nenhum sintoma de doenças, são disponibilizados para adoção.

Segundo o Superintendente de Vigilância em Saúde, Dr. Núncio Araújo Sol, nos últimos seis meses, ocorreram 109 apreensões e somente 42 adoções. O número de animais que permanecem no CCZ aumentou e está próximo ao número limite de contenção.

Dr. Núncio também afirma que nesse período de seis meses, foram sacrificados apenas quatro animais. “É importante salientar que quando o animal fica muito tempo confinado, aumenta o risco de ele adoecer. Além disso, uns agridem os outros e, caso haja lesões mais severas, é necessária a eutanásia”, ressalta.

A ideia é fazer um contato com as ONG’s de proteção aos animais existentes em Ouro Preto e Mariana, para que haja um trabalho conjunto de conscientização das pessoas em relação à posse responsável de animais. A parceria busca aumentar o número de adoções desses cães sadios, já examinados pelo veterinário e que não oferecem perigo nenhum à população por problema de Zoonose.

O setor de Vigilância em Saúde alerta:

Procure castrar seu animal de estimação. Se não puder cuidar dele, entre em contato com a Secretaria de Saúde, para que seja feita uma troca de posse, evitando o abandono. Quem tiver interesse em visitar ou adotar um cão, entre em contato com o Centro de Controle de Zoonose pelo telefone 3551-3891.

Comments powered by Disqus

Newsletter

Acompanhe-nos

Encontre-nos no Facebook