Ouro Preto recebe instrumento para combate à Dengue

Ouro Preto,
17 de Fevereiro de 2014

Um botijão de nitrogênio foi emprestado ao Município para realizar o isolamento viral da Dengue

A Superintendência Regional de Saúde, por meio da Fundação Ezequiel Dias (FUNED), emprestou à Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Ouro Preto um botijão de nitrogênio para realizar o isolamento viral da Dengue no município dentre os dias 3 e 19 de fevereiro.

O isolamento visa identificar o sorotipo do vírus e para realizar o trabalho, é necessário que o sangue do paciente seja coletado até o 4º dia do aparecimento dos primeiros sintomas. O botijão ficará na UPA sob a responsabilidade de uma farmacêutica habilitada pela FUNED para operar o equipamento. Com este estudo será possível descobrir o tipo de vírus que circula no Município e, uma vez identificado, isso auxiliará na prevenção e combate da doença.

A Secretaria de Saúde, por meio da Diretoria de Vigilância Epidemiológica, enviou um comunicado aos postos de saúde, à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e ao Hospital Santa Casa de Misericórdia, pedindo para que as pessoas com suspeita de Dengue que chegam à esses locais fossem encaminhadas para o laboratório farmacêutico onde será feita a coleta do sangue do paciente.

Os casos de Dengue no Município aumentaram significativamente no último ano em relação a 2012, em que não houve nenhum caso confirmado. Em 2013 foram 180 suspeitas: 79 contraíram a doença dentro do Município, 12 foram ocorrências importadas (pessoas que não são moradores de Ouro Preto ou contraíram o vírus fora da cidade) e 89 deram negativo. Atualmente, não há caso confirmado.

A Prefeitura de Ouro Preto realiza um trabalho contínuo de prevenção da dengue. Além dos agentes que visitam as casas todos os dias fazendo a conferência de caixas d’água, lixo entulhado e lugares propícios para a proliferação do mosquito, a Vigilância Epidemiológica também promove diversas campanhas educativas em escolas e em empresas. No ano passado, foram doadas dezenas de capas protetoras para caixas d’água na sede e em distritos que tiveram maior número de casos confirmados.

Mais informações pelo telefone 3559-3250.

Comments powered by Disqus

Newsletter

Acompanhe-nos

Encontre-nos no Facebook