Mariana terá centro de reabilitação para dependentes químicos

Mariana,
03 de Agosto de 2014

O município de Mariana deverá ser o primeiro da região a implantar um centro de reabilitação para dependentes químicos público e gratuito. O local escolhido será a antiga escola municipal da comunidade de Magalhães, que será completamente reformada pela Prefeitura de Mariana e entregue ao programa Rede Pela Vida. O prefeito Celso Cota e a equipe do programa estiveram no local, na sexta-feira (25), para avaliar o projeto e as condições do imóvel para determinar o início da obra.

O prefeito classificou este projeto como um dos mais importantes da sua gestão. “De todas as obras que vamos inaugurar em nosso governo, nenhuma tem a importância desta, que tem um efeito multiplicador. Agora podemos dizer às mães e aos pais que eles não estão mais sozinhos nesta luta”, destaca o prefeito. Celso ressalta a importância da obra para a sociedade. Segundo ele, trata-se de um serviço de saúde com grande impacto social ao contribuir para melhorar a segurança pública que não deve ser vista apenas por meio de ações de combate e repressão ao tráfico de drogas. “Não basta implantar esquema para prender o traficante. É preciso também abrir espaço para quem quer se recuperar desse vício tão terrível, que afeta jovens, desfaz famílias e muitas vezes não tem volta”, disse Celso.

O centro de reabilitação de dependentes químicos será construído na antiga escola do Magalhães, que será reformada, ampliada e adaptada para atender os pacientes do programa Rede Pela Vida. Será criado um posto de saúde, além de ambientes para oficinas e atividades.

O prefeito acredita na potencialidade do projeto. “Todos nós, de forma direta ou indireta, já passamos por esse problema. A intenção é devolver os pacientes às famílias e reintroduzi-los na sociedade totalmente recuperados”, afirma Celso.

Para o advogado e assessor técnico de Governo, Israel Quirino, coordenador do comitê gestor do Rede Pela Vida, a casa de recuperação será um ambiente de humanização. “O dependente será atendido por um médico psiquiatra e orientado sobre valores humanos. Queremos que nosso paciente tenha certeza que viver em sociedade é melhor do que viver no mundo das drogas”, frisa o gestor.

O coordenador do programa Rede Pela Vida, Gilmar Inácio, explica que com a criação da casa de recuperação, os pacientes ficarão mais próximos de casa e suas famílias, pois o município não precisará encaminhá-los a outras cidades.

Entenda

Criado há um ano, o Rede Pela Vida é um programa municipal intersetorial, que se fundamenta em cinco pilares: prevenção; tratamento; apoio familiar e reinserção social e monitoramento do recuperando. A sede do programa fica na Rua Dom Viçoso, 294, Centro (próximo à escola Dom Benevides).

Mariana terá centro de reabilitação para dependentes químicos - Foto de Diogo QueirogaMariana terá centro de reabilitação para dependentes químicos - Foto de Diogo Queiroga
Comments powered by Disqus

Newsletter

Acompanhe-nos

Encontre-nos no Facebook