Mariana deverá investir mais de R$ 12 milhões na água em 2016

Mariana,
05 de Novembro de 2015

Para resolver os problemas de escassez de recursos hídricos, Mariana deverá investir mais de R$ 12 milhões em abastecimento e distribuição de água. Parte desses recursos – cerca de R$ 2,2 milhões – obras em parceria com o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) este ano, e outros R$ 10 milhões para 2016. O anúncio foi feito pelo prefeito Duarte Junior “Du”, na abertura do 4º Congresso Mineiro de Serviços Municipais de Saneamento Básico, que aconteceu em Mariana.

O evento, realizado nos dias 15 e 16, é uma parceria entre a Associação Nacional dos Serviços Municipais de Saneamento (Assemae) e o SAAE de Mariana, com apoio da Prefeitura de Mariana e dos Consórcios Intermunicipais de Saneamento. A troca de experiência entre os gestores durante os debates possibilitou a elaboração de ações alternativas de saneamento básico perante a crise hídrica, que aflige não apenas o município de Mariana, mas diversas regiões do país. O prefeito destacou a necessidade de buscar soluções em conjunto para enfrentar a falta d’água. “Nós discutimos com diversas autarquias de saneamento do estado e do Brasil essa falta de recursos hídricos, e o município de Mariana tem tentado minimizar os investimentos com parcerias. Serão mais de R$ 2 milhões investidos até o final do ano em poços cartesianos, pára-raios, terminar a ETA de Águas Claras e a primeira etapa das obras em Monsenhor Horta”, disse o prefeito.

Atender as demandas em período de escassez exige medidas importantes, de acordo com a diretora executiva do SAAE de Mariana, Kenny Murta. “A gente tem uma equipe voltada para os problemas da população, buscando interceder em cada ponto que está sendo problemático. Já fizemos intervenções em Padre Viegas, essa semana estamos fazendo em alto de Passagem, e tem alguns pontos que são mais críticos que é a Cartuxa, o Alto do Rosário, que temos as captações de fato secas”, disse.

Segundo ela, nesta fase do trabalho a equipe do SAAE irá mostrar a população que, de fato, o manancial esta secando. “E, aliado a isso, entramos agora com uma campanha contra desperdício para conscientizar e se cada um fizer sua parte à gente consegue unir e passar esse período, lembrando que para o próximo ano já foi sinalizado pelo prefeito nesse quesito”, disse Kenny Murta.

Durante o congresso, houve feira de saneamento com exposição de 18 estandes das empresas fornecedoras. O especo contou com soluções tecnológicas inovadoras para tratar o assunto através de equipamentos de baixo custo e visando a sustentabilidade.

Mariana deverá investir mais de R$ 12 milhões na água em 2016 - Foto de Tamara Martins
Comments powered by Disqus

Newsletter

Acompanhe-nos

Encontre-nos no Facebook