Estiagem prolongada afeta abastecimento

Mariana,
02 de Outubro de 2014

Equipe do SAAE e Guarda Municipal começam a fiscalizar desperdício de água nos bairros e distritos

A estiagem que persiste desde janeiro deste ano e se acentuou nestes meses de inverno já provoca uma redução de cerca de 50% no nível de água nas captações e causa falhas no abastecimento em Mariana.

Para suprir a deficiência, o SAAE (Serviço Autônomo de Água e Esgoto) vem utilizando caminhões pipa, abastecendo reservatórios e residências e controla o fluxo da água por meio de manobras nos registros, a fim de que seja garantida a distribuição igualitária entre todos os bairros.

De acordo com balanço do SAAE Mariana, o município está hoje com seus reservatórios de água com menos da metade da capacidade. Assim, para que a cidade passe esse período sem risco de racionamento é preciso também ter a participação da população no controle do gasto excessivo e desnecessário, mantendo a atenção às medidas de economia e de combate ao desperdício.

Nesse sentido, a Guarda Municipal vai intensificar a ronda pelos bairros e distritos, e quem for flagrado desperdiçando água lavando carro ou a calçada, por exemplo, pode ter o abastecimento suspenso.

Assim, os vizinhos ficam responsáveis por fiscalizar os abusos no consumo da sua rua. Outro perigo nessa época de estiagem são as queimadas. Além de precisar de água para contê-las, as autoridades alertam para o perigo de o fogo destruir a mata ao redor dos mananciais e nascentes de água.

Fique ligado

O SAAE informa ainda que o horário entre as 18h e às 20h é o momento de maior consumo em toda cidade. Dessa forma, quem puder evitar tomar banho, lavar roupa ou utensílios domésticos nesse horário ajuda na preservação da água. Ainda de acordo com o SAAE, as sextas e sábados são os dias mais críticos para o abastecimento.

“A situação está muito crítica em Mariana. A ETA Sul, nosso principal reservatório, tem vazão média de 75 litros por segundo. Com a estiagem esse número caiu para 25 litros por segundo”, argumenta Valdeci Fernandes, diretor executivo do SAAE. Para denúncias, sugestões ou reclamações disque 115 ou (31) 3557- 9300.

Estiagem prolongada afeta abastecimento
Comments powered by Disqus

Newsletter

Acompanhe-nos

Encontre-nos no Facebook