Campanha de Popularização do Teatro e Dança chega a Itabirito pela 1ª vez

Itabirito,
26 de Fevereiro de 2015

A 41ª Campanha de Popularização Teatro e Dança chega a Itabirito pela primeira vez, com apresentação de diversos espetáculos, desde o dia 24 de fevereiro. O coordenador da Campanha de Popularização Teatro e Dança Rômulo Duque afirma que a integração da cidade à Campanha é motivo de muita alegria. “A proposta é levar cultura de qualidade a todos os cantos do Estado e esse é mais um passo para alcançarmos o objetivo. A expectativa é que a população receba o projeto de braços abertos, aproveite o melhor da cultura, uma vez que a Campanha é uma das maiores ações de incentivo às artes cênicas já enraizada no coração do público mineiro. Com certeza, é o primeiro de uma parceria duradoura”, avalia.

As apresentações dos oito espetáculos adultos e infantis em Itabirito acontecem na Praça da Estação e na Casa da Cultura Maestro Dungas. Um dos destaques é a primeira apresentação do Grupo Galpão na cidade, além de também ser a estreia de rua do espetáculo “De tempos somos – um sarau do Grupo Galpão”.

A peça foi ensaiada para palco e teve exibições na primeira etapa da Campanha. Agora adaptado o espetáculo ganhas as ruas. “Estamos consolidando novas propostas e ampliando o olhar das artes cênicas com a manutenção da alma da Campanha. A cada ano, diversificamos as atividades com outras formas de produção, atingindo novos públicos”, afirma Duque.

A 41ª edição da Campanha de Popularização Teatro e Dança também acontece em Belo Horizonte, Juiz de Fora e Betim até o dia 8 de março. Em Itabirito, os ingressos podem ser comprados no posto do SINPARC, com valor único de R$ 10. Na bilheteria do teatro, após às 18h do dia do espetáculo, o preço é R$ 20 (inteira) e R$ 10,00 (meia). O pagamento nos postos de venda poderá ser feito em dinheiro, cartão de débito, Dotz ou Vale-Cultura (cartão MinC) da bandeira Alello.

Os valores dos ingressos nos postos do SINPARC são promocionais e praticados somente nesses locais e internet. Na bilheteria do teatro, prevalece o valor integral dos ingressos. O público pode contar ainda com a compra online de ingressos. Nessa modalidade, o pagamento deve ser feito através do cartão de crédito ou de débito com o acréscimo da taxa de conveniência, conforme o valor do ingresso e a quantidade adquirida.

As compras com Dotz são limitadas a dois pares de ingressos por CPF, a cada dia. É necessária a apresentação do cartão Dotz e/ou CPF do titular e senha. Também será aceito o pagamento com o Vale-Cultura (cartão MinC) da bandeira Alello.

História da Campanha de Popularização Teatro e Dança

A campanha começa na década de 70, quando produtores e artistas preocupados com a diminuição das pessoas nos espetáculos propuseram ao Governo Federal a criação de uma ação para estimular o público a ir ao teatro. Assim, nasceu a Campanha das Kombis, pois os ingressos, a preços reduzidos, eram vendidos nesses postos móveis, localizados no centro da cidade e em outros bairros. A ação foi um grande sucesso e se espalhou por outros estados. Com o tempo e as modificações, apenas Minas Gerais e São Paulo continuaram com o projeto.

Na capital mineira, a Campanha foi assumida em 1983 pelo Sinparc (na época, Amparc) e passou a se chamar Campanha de Popularização do Teatro. Em 1999, a dança foi incluída no projeto e o nome mudou para Campanha de Popularização do Teatro e da Dança. Hoje, além de Belo Horizonte, as cidades de Juiz de Fora, Betim e Itabirito também fazem parte do evento. Uma das caraterísticas do projeto é a apresentação de peças produzidas em Minas Gerais e nas cidades em que a campanha se realiza.

Nos últimos 10 anos, a Campanha de Popularização Teatro e Dança já levou mais de dois milhões de espectadores e centenas de espetáculos, gerando empregos diretos e indiretos. A campanha é uma referência no Brasil e o maior projeto de popularização das artes cênicas no país.

Programação Itabirito

Para crianças: 28 de fevereiro a 01 de março – Quem pergunta quer resposta, sábado e domingo, 16h30. Casa de Cultura Maestro Dungas – R$ 10

07 e 08 de março – Cachinhos de Ouro – sábado e domingo, 16h30, Casa de Cultura Maestro Dungas, R$ 10

Para adultos: 27 de fevereiro – Carolina de Lorca – sexta às 20h na Casa de Cultura Maestro Dungas, R$ 10,00

28 de fevereiro e 1º de março – Sobre dinossauros, galinhas e dragões, sábado e domingo, 20h na Casa de Cultura Maestro Dungas, R$ 10

05 e 6 de março – 10 maneiras incríveis de destruir seu casamento – quinta e sexta feira, 20h na Casa de Cultura Maestro Dungas, R$ 10,00

07 e 8 de março – 60 pra rir – sábado e domingo, 20h na Casa de Cultura Maestro Dungas, R$ 10

Postos de venda:

Casa de Cultura Maestro Dungas – Rua Carlos Michel, 1, Centro – diariamente das 14h às 18h com funcionamento até 8 de março.

Comments powered by Disqus

Newsletter

Acompanhe-nos

Encontre-nos no Facebook