Apae de Ouro Preto constrói piscina hidroterápica para alunos

Ouro Preto,
05 de Agosto de 2014

Projeto visa melhorar a qualidade do processo de reabilitação física

Com o novo modelo educacional aplicado pelo Governo nas Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) os alunos têm tido mais oportunidades e qualidade no aprendizado. Em Ouro Preto a Coordenação da Apae não tem medido esforços para que isso aconteça.

Desde 2013 a direção vem desenvolvendo projetos e programas que melhor atendam os integrantes e seus familiares. A grande novidade é a construção de uma piscina para aulas de hidroterapia. Segundo a presidente da Apae, Maria Imaculada Angelo Gonçalves, este é um sonho antigo que começa a se tornar realidade. “Esse projeto já vem desde a antiga gestão. Nós percebemos a importância e demos continuidade. Com os recursos que já conseguimos com o Fundo da Infância e da Adolescência (FIA) compramos o material e um empresário está nos ajudando com a mão de obra”, destaca.

Já a pedagoga Rosa Valentim Val destaca o avanço que a hidroterapia proporciona no desenvolvimento do aluno. “Nós temos muitos alunos cadeirantes e com problemas de locomoção. Este tratamento hidroterápico irá auxiliar muito no processo de reabilitação física. Sem dúvida é um grande avanço”, comemora.

Segundo a coordenação os recursos adquiridos até o momento não são suficientes para terminar a construção da piscina e que outras atividades serão desenvolvidas como forma de arrecadar fundos. “Nós iremos montar o Livro de Ouro e também eventos beneficentes para que toda comunidade e empresários interessados possam contribuir e participar desse grande projeto”, convida. Além da construção da piscina a instituição também promove outros projetos que estão em andamento, como a ampliação das áreas de acessibilidade, transporte adaptado e apadrinhamento, onde a comunidade adota alunos de acordo com as dificuldades financeiras. De acordo com a coordenação, por meio desse projeto a empresa de transporte público Turim apadrinha 10 alunos.

Outro destaque da Apae é a aquisição de um container onde será criada uma sala de estimulação e Brinquedoteca. “Os brinquedos que adquirimos com recursos da Vara da Infância são especiais para alunos com dificuldade motora e sensorial, então esses métodos educacionais irão ser grandes aliados no aprendizado desses alunos, principalmente para aqueles que têm paralisia cerebral”, explica a pedagoga Maria Regina Guimarães.

Programas para os familiares

A Apae de Ouro Preto presta um grande apoio às famílias de seus 210 alunos. São realizadas palestras educativas e disponibilizados profissionais, como advogados, com a agência jurídica. Com duração de um ano o projeto Escola de Pais ensina as famílias a defenderem seus direitos e deveres para si e também para os filhos.

O Centro de Convivência é para adultos acima de 32 anos que não tiveram oportunidade de frequentar escolas e ensina os afazeres do cotidiano, como explica a coordenadora Maria Imaculada. “Em casa, muitas vezes por falta de tempo ou até mesmo por não saber lidar muito bem com a situação, alguns familiares têm dificuldade de ensinar a pessoa com deficiência, então aqui nessa oficina a gente ensina coisas do dia a dia, como forrar uma mesa, arrumar uma cama, coisas desse tipo”.

Contribuições

Quem tiver interesse de ajudar financeiramente nos projetos da instituição pode doar diretamente na Apae ou efetuar um depósito bancário:

Banco Bradesco
Agência 0632
Conta corrente: 103704-8
Associação de Pais e Amigos – Ouro Preto

Apae de Ouro Preto constrói piscina hidroterápica para alunosApae de Ouro Preto constrói piscina hidroterápica para alunosApae de Ouro Preto constrói piscina hidroterápica para alunosApae de Ouro Preto constrói piscina hidroterápica para alunosApae de Ouro Preto constrói piscina hidroterápica para alunos
Comments powered by Disqus

Newsletter

Acompanhe-nos

Encontre-nos no Facebook